Como lidar com a dificuldade para enxergar e ouvir dos idosos

Como lidar com a dificuldade para enxergar e ouvir dos idosos

 

Com o avanço da idade, o corpo humano passa a sofrer algumas mudanças e características típicas do envelhecimento. A pele fica mais enrugada, os músculos tendem a perder força, a visão já não é tão nítida e a audição fica comprometida.

Porém, tanto o próprio idoso como os familiares e cuidadores precisam estar atentos a tais alterações e verificar se há alguma solução para as dificuldades apresentadas.

Para correção da visão, por exemplo, muitas vezes a prescrição de óculos pode resolver o problema e garantir que o idoso enxergue melhor, reduzindo o risco de quedas e acidentes. Sendo assim, o acompanhamento oftalmológico do idoso é fundamental para que seja descartada a possibilidade de doenças dos olhos que podem levar à cegueira, como a catarata e o glaucoma. 

Já a audição reduzida, que pode afetar cerca de 30% dos idosos, normalmente ocorre em razão do envelhecimento do sistema auditivo. Como resultado, o idoso tem dificuldade em escutar bem quando há mais de uma pessoa falando ou quando a televisão está ligada, por exemplo. Outra causa relativamente simples de ser diagnosticada e tratada da baixa audição é o acúmulo de cera nos ouvidos. Nesse caso, o ideal é providenciar a retirada da cera acumulada por um profissional da saúde capacitado, porque a tentativa por alguém não perito pode resultar em danos no ouvido do idoso. Contudo, também é importante o acompanhamento médico e exames para verificar se não há outro motivo para a perda da audição no idoso, como alguma infecção ou até mesmo a presença de tumores.

Dica: Se você convive com uma pessoa idosa que tem dificuldade para ouvir, procure ficar de frente ao se comunicar para que ela possa entender suas expressões faciais e ler seus lábios. Tente não gritar, pois vozes muito agudas são ainda mais difíceis de serem entendidas por quem ouve pouco.

A velhice é uma fase que exige cuidados específicos para a saúde do idoso. Manter bons hábitos de alimentação, atividades físicas e exercícios para a mente, bem como as consultas médicas regulares com exames de rotina, proporcionarão ao idoso mais qualidade de vida.

Posts recentes:

Se atente contra a Dengue!

Várias cidades brasileiras estão enfrentando situação de emergência relacionada aos casos de dengue. Este é o momento de intensificar os cuidados e …

Previna as ISTs – Use camisinha!

Carnaval se aproximando, é hora de relembrar a importância de curtir a folia com responsabilidade e atitudes saudáveis. Relações sexuais desprotegidas (sem …

Durante este mês, as cores Roxo e Laranja ganham um destaque especial na área da saúde. 💜🧡 Enquanto o Fevereiro Roxo aborda …

A mamografia é um dos principais exames para o diagnóstico do câncer de mama, e sua realização regular, conforme a indicação médica, …

plugins premium WordPress
Pular para o conteúdo