Os perigos por trás da obesidade

Os perigos por trás da obesidade

Confira alguns dos problemas de saúde que acompanham a obesidade

A obesidade se tornou um problema mundial, que avança cada vez mais junto com as comodidades do mundo moderno. E com a obesidade, surgem diversos problemas que afetam não só a qualidade, mas a duração de nossa vida, como por exemplo:

Distúrbios do sono

A obesidade diminui a qualidade de sono, pois traz consigo ronco, apneia, insônia, pesadelos e agitação noturna. No dia seguinte a uma noite mal dormida, o indivíduo acorda com sonolência, olheiras e alterações no humor. 

O problema vai ainda mais além: a combinação de problemas no sono com a obesidade pode formar um ciclo vicioso, virando uma bola de neve. Menos horas dormidas aumentam a expressão do hormônio grelina, que nos faz ter mais fome, e reduz a expressão do hormônio leptina, que nos faz sentir menos fome. Ou seja, por dormir menos ou com menor qualidade, a pessoa come mais e a escolha dos alimentos recai em doces, biscoitos e lanches com mais calorias.

 

Diabetes

O diabetes tipo 2 pode surgir com o ganho de peso, pois esse excesso de gordura pode se depositar no fígado,  no pâncreas, no músculo e em outros órgãos, atrapalhando a ação da insulina (hormônio que controla a glicemia no sangue) e fazendo com que os níveis de glicemia se elevem.

 

Pressão alta

Pessoas obesas se alimentam com excesso de carboidratos, gorduras e sal, além de não praticarem exercícios físicos. E, uma vez que a pessoa se torna obesa, ela passa por modificações hormonais, como o aumento dos níveis de insulina e a maior retenção de sódio pelos rins. Estes fatores contribuem em grande parte para o desenvolvimento da hipertensão arterial, popularmente conhecida como pressão alta.

 

Doenças cardiovasculares

A obesidade e o excesso de peso causam mudanças importantes na estrutura e no tamanho do coração, além de comprometer seu funcionamento. A lógica é a seguinte: quanto maior é o sobrepeso, maior é o esforço do coração para conseguir bombear o sangue. E o acúmulo de células gordurosas aumenta o risco de entupimento das artérias, dificultando o desempenho adequado do coração.

 

Problemas nas articulações

O aumento do peso é uma sobrecarga para os ossos e o obeso passa a ter mais dificuldade em fazer exercícios, o que acarreta uma série de problemas. O excesso de peso afeta principalmente os membros inferiores: quadril, joelho e tornozelo, fora a coluna que também é uma das principais. À medida que a pessoa ganha peso a dor aumenta, o que gera limitação motora para fazer qualquer coisa.

 

Perder peso não tem relação somente com estética, mas principalmente com a saúde, qualidade de vida e longevidade. Por isso, evite comidas gordurosas e ricas em açúcar, faça exercícios todos os dias e tenha uma alimentação colorida, cheia de frutas, legumes e verduras.

Posts recentes:

Se atente contra a Dengue!

Várias cidades brasileiras estão enfrentando situação de emergência relacionada aos casos de dengue. Este é o momento de intensificar os cuidados e …

Previna as ISTs – Use camisinha!

Carnaval se aproximando, é hora de relembrar a importância de curtir a folia com responsabilidade e atitudes saudáveis. Relações sexuais desprotegidas (sem …

Durante este mês, as cores Roxo e Laranja ganham um destaque especial na área da saúde. 💜🧡 Enquanto o Fevereiro Roxo aborda …

A mamografia é um dos principais exames para o diagnóstico do câncer de mama, e sua realização regular, conforme a indicação médica, …

plugins premium WordPress
Pular para o conteúdo