Entenda agora o que são os Linfomas

Entenda agora o que são os Linfomas

Linfoma é o nome de um conjunto de cânceres que atacam o sistema responsável por ajudar a combater infecções.

O sistema linfático é composto por órgãos, vasos e tecidos linfáticos e pelos linfonodos, que se distribuem em posições estratégicas do corpo para ajudar na defesa contra infecções. Esse sistema produz e transporta os glóbulos brancos, células que combatem as infecções e participam do sistema imunológico.

O linfoma ocorre quando uma célula normal do sistema linfático sofre mutações, passam a se multiplicar sem parar e se disseminar pelo organismo.

Os diversos tipos de linfomas têm comportamento e grau de agressividade diversos. Eles podem ser divididos em 2 grandes grupos: linfoma de Hodgkinlinfoma não Hodgkin. Os primeiros ocorrem em um tipo de célula linfoide e acometem mais pessoas entre 15 e 35 e acima dos 55 anos; os segundos são mais comuns em pessoas mais velhas e podem surgir em outras células do sistema linfático.

Sintomas do linfoma

Em geral, os linfonodos infecciosos são dolorosos, ao contrário daqueles presentes nos linfomas, que se apresentam como caroços indolores. Essas ínguas aparecem com mais frequência no pescoço, nas axilas e na virilha. Outros sintomas menos específicos incluem:

  • Febre
  • Perda de peso
  • Suor excessivo, principalmente à noite
  • Fraqueza
  • Aumento do volume do abdômen

Diagnóstico do linfoma

O diagnóstico de linfoma é feito através da avaliação dos sintomas pelo clínico geral, hematologista ou oncologista e resultados de alguns exames, como:

  • Exames de sangue: servem para avaliar as células e enzimas do sangue, pois alterações no leucograma, como aumento dos linfócitos, e aumento da desidrogenase láctica (LDH) podem indicar presença de linfoma;
  • Raio X: fornece imagens de partes do corpo que podem estar afetadas pelo linfoma;
  • Tomografia computadorizada: permite visualização de imagens de partes do corpo com mais detalhes do que o raio X, podendo detectar o linfoma;
  • Ressonância magnética: assim como a tomografia computadorizada, serve para detectar áreas do corpo afetadas pelo linfoma por meio de imagens.

Tratamento do linfoma

O tratamento mais usado é a quimioterapia, complementada, em alguns casos, com a radioterapia. A quimioterapia é mais eficaz no linfoma do em tumores como câncer de pulmão e de intestino.

Posts recentes:

#SaiunaMídia !

Na última semana, o Pré-Candidato a Prefeito de Barueri, Beto Piteri, que atualmente é Vice-Prefeito e Secretário de Governo do Prefeito, Rubens …

Se atente contra a Dengue!

Várias cidades brasileiras estão enfrentando situação de emergência relacionada aos casos de dengue. Este é o momento de intensificar os cuidados e …

Previna as ISTs – Use camisinha!

Carnaval se aproximando, é hora de relembrar a importância de curtir a folia com responsabilidade e atitudes saudáveis. Relações sexuais desprotegidas (sem …

Durante este mês, as cores Roxo e Laranja ganham um destaque especial na área da saúde. 💜🧡 Enquanto o Fevereiro Roxo aborda …

plugins premium WordPress
Pular para o conteúdo