Gravidez na quarentena: tudo o que você precisa saber

Gravidez na quarentena: tudo o que você precisa saber

Em 9 de abril, gestantes e puérperas foram incluídas pelo Ministério da Saúde no grupo de risco do Covid-19. Isso acabou gerando ansiedade em muitas mulheres em um período peculiar em que se sentir ansiosa e apreensiva se torna rotina. Agora, além desses sentimentos, também devemos pensar na gravidez na quarentena.

 

 

Quais riscos as grávidas possuem frente ao coronavírus?  

Até o momento as evidências científicas indicam que gestantes saudáveis não apresentam probabilidade maior de apresentar complicações pela infecção pelo vírus. Entretanto, se a mulher for portadora de outras doenças, como problemas do coração, pressão alta, diabetes, doenças respiratórias, entre outras, o risco aumenta. 

E se a gestante se contaminar? 

Mesmo nos casos positivos, os estudos recentes têm demonstrado que não existe a transmissão do vírus pela placenta. Em alguns casos de recém-nascidos que testaram positivo, o contágio aparentemente ocorreu fora do meio intrauterino. Não foi encontrado o vírus no líquido amniótico, sangue do cordão, fluido vaginal ou leite materno. 

A amamentação pode acontecer 

A amamentação pode ser realizada com segurança. Em casos de suspeita, as recomendações são redobrar os cuidados. Mães que estejam bem para continuar amamentando devem fazê-lo usando máscara, com as mãos higienizadas e com roupas limpas. Caso a mulher não se sinta bem, poderá ter seu leite ordenhado e oferecido ao bebê por uma outra pessoa sadia.

E o parto?

Em primeiro lugar é importante reforçar que a presença do acompanhante é garantida por lei (11.108 de 2005). Além disso, a Organização Mundial de Saúde (OMS) emitiu parecer recomendando a presença do acompanhante de preferência da gestante durante o trabalho de parto mesmo durante a pandemia. 

Qual o melhor tipo de parto?

Estudos importantes realizados no mundo todo reforçam que a via de parto mais segura e vantajosa para mães e bebês é a vaginal. Estarmos vivendo uma pandemia não muda o fato de que as cesáreas, principalmente as agendadas, com a mulher fora do trabalho de parto, aumentam muito as chances de complicações.

Posts recentes:

#SaiunaMídia !

Na última semana, o Pré-Candidato a Prefeito de Barueri, Beto Piteri, que atualmente é Vice-Prefeito e Secretário de Governo do Prefeito, Rubens …

Se atente contra a Dengue!

Várias cidades brasileiras estão enfrentando situação de emergência relacionada aos casos de dengue. Este é o momento de intensificar os cuidados e …

Previna as ISTs – Use camisinha!

Carnaval se aproximando, é hora de relembrar a importância de curtir a folia com responsabilidade e atitudes saudáveis. Relações sexuais desprotegidas (sem …

Durante este mês, as cores Roxo e Laranja ganham um destaque especial na área da saúde. 💜🧡 Enquanto o Fevereiro Roxo aborda …

plugins premium WordPress
Pular para o conteúdo